segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Congregação Águas Vivas: Uma Grande Obra!

Não podemos negar que estamos muito felizes com tudo o que Deus tem feito por nós. Mas desejamos fazer mais por Ele. Quando consideramos que já temos feito o suficiente para Ele, caímos na zona de conforto e aquilo que antes nos motivava, pode nos levar a uma estagnação e repentina paralização. É quando o terrível sentimento de já ter feito muito para Deus adormece aqueles que um dia provaram o avivamento do céu.

Temos em mente grandes empreendimentos para esse ano. Em nossa congregação Águas Vivas temos de construir o muro em volta da Igreja, trocar a parte elétrica, mudar o piso, pintar as paredes, colocar outras janelas, comprar mais cadeiras, melhorar a fachada e instalar central de ar. Como contamos cem por cento das contribuições dos irmãos, temos visto a mão de Deus agindo ao nosso favor, pois quando os recursos estão acabando, Deus sempre tem enviado mais, mostrando-nos que é Poderoso para suprir nossas necessidades.

Como estamos comemorando o ano do Centenário das Assembleias de Deus no Brasil, a salvação de almas não poderia de ficar de fora em nossos planos. De janeiro a Dezembro estaremos desenvolvendo mensagens que falem mais do Evangelho de Jesus que salva, cura, batiza com Espírito Santo e em breve voltará. Temos o grande desafio de levar centenas de pessoas a Cristo, consolidá-las na Igreja através do batismo nas águas e discipulá-las através da Palavra de Deus

Nunca estivemos tão bem como estamos agora. Mas, como dissemos anteriormente, queremos fazer mais. Por Deus e por sua Obra! Para que isso seja possível, não devemos apenas mentalizá-las e esperar cair do céu. Reconhecemos nossa tarefa também. Por isso...
  • Quanto mais parceiros, melhor! Ninguém pode fazer a Obra de Deus sozinho, até por que a Obra é de Deus; Ele comissiona os seus agentes.
  • Cada um faz a sua parte! Isso não significa que o trabalho do outro deve ser desprezado. Observe uma construção: tem o encarregado, o pedreiro, o carpinteiro, o servente. Todos são necessários, mas todos dependem um do outro.
  • A direção de Deus deve criteriosamente obedecida. Nada pior que tentar fazer a Obra de Deus sem tê-lo a frente da Obra. O nosso capitão é Jesus.
“No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder” (Ef 6.10).

Nenhum comentário: