quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Relembrando 2010

Em primeiro lugar, quero dizer que sou muito grato a Deus por tudo o que Ele tem feito em minha vida. Dois mil e dez foi muito bom. Vi grandes maravilhas de Deus sobre a minha família, Igreja, ministério e finanças. Aprendi bastante neste ano.

Vale relembrar os grandes feitos...

Em janeiro, minha esposa inteirou um ano que sentia fortes febres e nenhum médico teve resposta após a realização de vários exames. Tivemos que nos acostumar a depender mais de Deus para que lhe desse saúde um dia após o outro. Neste mesmo mês, tive que preparar a documentação para a indicação ministerial a evangelista pela CONEMAD/RO...

Em fevereiro, tivemos início das aulas da FATAD (curso que, por graça de Deus, ajudamos a implantar em nossa cidade), com um número expressivo de alunos: 117 para ser mais exato...

Em março, pela poderosa mão de Deus completei a marca de vinte seminários de estudos escatológicos em dois anos. Aleluia!

Em abril, exatamente dois anos de casamento com Ana Sara, finalmente temos em mãos o resultado do exame HCG positivo: a partir daí, iniciaríamos a longa espera de nove meses de gestação...

Em maio, por graça de Deus, conseguimos comprar nosso primeiro automóvel: um Siena prata completo. Deus realmente é muito bom para conosco...

Em junho, pelo seu muito amor para comigo, deu-me Deus a graça de ser ministro do evangelho, desenvolvendo o ministério de evangelista, consagrado em 6 de Junho de 2010...

Em julho, deixando toda ansiedade para trás, ficamos sabendo que nossa herança de Deus seria uma menininha e por aqueles dias já tinha um nome: Lídia...

Em agosto, tive o privilégio de completar mais uma primavera. Agora além de ministro, casado, pai, eu tinha 29 anos nas costas. Fiquei extremamente feliz pois estaria mais próxima da data que almejo...

Em setembro, foi a vez do meu amor de completar mais um ano de vida. Agora ela tem 26 anos e está com 6 meses de ggravidez. É a grávida mais linda que eu já vi...

Em outubro, tive a honra de realizar e coordenar, pela FATAD, mais uma Semana Teológica com a presença dos pastores Ciro Zibordi (RJ) e José Gonçalves (PI). Foram dias de grande aprendizado...

Em novembro, realizamos um Seminário de línguas bíblicas com o professor Fábio Sabino. O efeito daqueles dias perduram até hoje. Glórias a Deus...

Em dezembro, minha maior alegria teve seu climax em 13 de Dezembro, precisamente às 18:32h, com um peso de 3.850kg e 52 cm de comprimento. Nascia nossa filhinha Lídia. Hoje ela está com 16 dias de nascida e tem trazido grandes alegrias e mudanças as nossas vidas...

Amanhã concluo a jornada de 100 exposições bíblicas. Foram vários seminários, pregações, estudos e campanhas que participei. Em todas elas, procurei honrar a Deus trazendo sempre uma reflexão cristocêntrica e apelando mais ainda para a vontade suprema de Deus...

O ano ainda não acabou. Sei que Deus tem planos excelentes sobre mim e minha família. Desejo em 2011 continuar servindo a Deus ainda mais e melhor. Que Deus me ajude nesta empreitada.

Feliz 2011 na presença do Senhor a todos!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Compromissos 2010

O ANO DA EVANGELIZAÇÃO

JANEIRO (9)
  • Dia 12, Terça-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (As Taças do Apocalipse e a Batalha do Armagedom)
  • Dia 20, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Sol da Justiça (Seminário Escatológico Análise Profética dos Últimos Dias, 1ª parte)
  • Dia 21, Quinta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Sol da Justiça (Seminário Escatológico Análise Profética dos Últimos Dias, 2ª parte)
  • Dia 22, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Sol da Justiça (Seminário Escatológico Análise Profética dos Últimos Dias, 3ª parte)
  • Dia 23, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Sol da Justiça (Seminário Escatológico Análise Profética dos Últimos Dias, 4ª parte)
  • Dia 24, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Sol da Justiça (Seminário Escatológico Análise Profética dos Últimos Dias, 5ª parte)
  • Dia 29, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Shekináh (Lembra-te de não esquecer)
  • Dia 30, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. A Volta de Cristo (Enoque: Um Apelo à Santidade)
  • Dia 31, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Renascer (Deus Amou o Mundo)
FEVEREIRO (8)
  • Dia 4, Quinta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Monte Moriá (Projeto de Vida - Unidade)
  • Dia 9, Terça-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (Jesus chorou)
  • Dia 14, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Dinamus (O Outro Consolador Virá)
  • Dia 19, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Jardim de Deus (Seminário Escatológico Análise Profética dos Últimos Dias)
  • Dia 20, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Jardim de Deus (Seminário Escatológico Análise Profética dos Últimos Dias)
  • Dia 21, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Jardim de Deus (Seminário Escatológico Análise Profética dos Últimos Dias)
  • Dia 26, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Embaixadores de Cristo (Coisas que Somente Você Pode Fazer)
  • Dia 28, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (Quando o Pecador Procura a Jesus)
MARÇO (11)
  • Dia 1, Segunda-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Ágape (Reunião de Mulheres - A Perseverança de Ana)
  • Dia 3, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Trombeta do Avivamento (Batalha Espiritual 1ª parte)
  • Dia 4, Quinta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Nova Esperança (Esforça-te e tem Bom Ânimo)
  • Dia 6, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Nova Unção (Portas Abertas)
  • Dia 10, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Trombeta do Avivamento (Batalha Espiritual 2ª parte)
  • Dia 12, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Porta das Ovelhas (Mulher, o Segredo da Felicidade do Homem na Terra)
  • Dia 13, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Embaixadores de Cristo (O Insistente Amor de Deus)
  • Dia 17, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Trombeta do Avivamento (Batalha Espiritual 3ª parte)
  • Dia 21, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Betel (Passaporte para o Reino de Deus)
  • Dia 24, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Trombeta do Avivamento (Batalha Espiritual 4ª parte)
  • Dia 31, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Trombeta do Avivamento (Batalha Espiritual 5ª parte)
ABRIL (12)
  • Dia 3, manhã, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Sal da Terra (Estudo sobre Escatologia Bíblica)
  • Dia 3, noite, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. El Shadday (Os Planos de Deus Não Morrem - Reunião de Obreiros)
  • Dia 6, Terça-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (A Necessidade de Viver a Nova Vida em Deus - Culto de Batismo)
  • Dia 7, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Pedacinho do Céu (Estudos Sobre Escatologia Bíblica 1ª parte)
  • Dia 11, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (A Maior Notícia de Todos os Tempos - Culto de Páscoa)
  • Dia 14, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Pedacinho do Céu (Estudos Sobre Escatologia Bíblica 2ª parte)
  • Dia 17, Sábado: Igreja Cristo Verdade que Liberta (O Caminho para o Avivamento)
  • Dia 18, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Filadélfia (Nova Vida em Cristo)
  • Dia 21, Quarta-feira: Faculdade Teológica das Assembleias de Deus - FATAD (1º Fórum de Discussão Teológica "Teologia e Pós-Modernidade")
  • Dia 23, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Pedacinho do Céu (Estudos sobre Escatologia Bíblica 3ª parte)
  • Dia 25, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Pedacinho do Céu (Estudos sobre Escatologia Bíblica 4ª parte)
  • Dia 28, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Novo Horizonte (A Importância da Palavra nos Dias Atuais)
  • Dia 30, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Novo Horizonte (Graça Suficiente)
MAIO (11)
  • Dia 1, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Shekináh (Seminário para Professores da EBD - O Educador Cristão e o Chamado Divino)
  • Dia 5, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. União da Vitória (Estudos sobre Escatoogia Bíblica 1ª parte)
  • Dia 12, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Novo Horizonte (Seminário de Escatologia Bíblica "Análise Profética dos Últimos Dias" 1ª parte)
  • Dia 13, Quinta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Novo Horizonte (Seminário de Escatologia Bíblica "Análise Profética dos Últimos Dias" 2ª parte)
  • Dia 14, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Novo Horizonte (Seminário de Escatologia Bíblica "Análise Profética dos Últimos Dias" 3ª parte)
  • Dia 15, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. União da Vitória (Estudos sobre Escatologia Bíblica 2ª parte)
  • Dia 16, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (O Plano de Deus é Melhor)
  • Dia 19, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. União da Vitória (Estudos Sobre Escatologia Bíblica 3ª parte)
  • Dia 20, Quinta-feira: Casa de Oração (A Nossa Peleja é do Senhor)
  • Dia 26, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. União da Vitória (Estudos Sobre Escatologia Bíblica 4ª parte)
  • Dia 30, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Porta das Ovelhas (Graça, Amor e Comunhão)
JUNHO (9)
  • Dias 4 a 6, Sexta-feira a Domingo: Convenção Estadual dos Ministros das Assembleias de Deus em Rondônia - CONEMAD/RO, Ji-Paraná
  • Dia 11, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Ágape (A Confiança nos Planos de Deus)
  • Dia 18, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Betel (Seminário de Escatologia Bíblica 1ª parte)
  • Dia 19, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Betel (Seminário de Escatologia Bíblica 2ª parte)
  • Dia 20, manhã, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Sol da Justiça (Escola Bíblica Dominical)
  • Dia 20, noite, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Betel (Seminário de Escatologia Bíblica 3ª parte)
  • Dia 22, Terça-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Liberdade e Vida, Brasília/DF (Pagando Pendências)
  • Dia 23, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deis Liberdade e Vida, Gama - Brasília/DF (Minha Vida é Peniel)
  • Dia 26, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Liberdade e Vida, Gama - Brasília/DF (Aula Bíblica sobre Lamentações de Jeremias)
  • Dia 30, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Internacional (Até Quando, Senhor?)
JULHO (11)
  • Dia 2, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Sol da Justiça (Seminário Batalha Espiritual 1ª parte)
  • Dia 3, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Sol da Justiça (Seminário Batalha Espiritual 2ª parte)
  • Dia 4, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Sol da Justiça (Seminário Batalha Espiritual 3ª parte)
  • Dia 7, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Renascer (Estudos sobre Batalha Espiritual 1ª parte)
  • Dia 14, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Renascer (Estudos sobre Batalha Espiritual 2ª parte)
  • Dia 18, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (Antes do frio)
  • Dia 21, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Renascer (Estudos sobre Batalha Espiritual 3ª parte)
  • Dia 24, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Novo Horizonte (Deus Exige Santidade)
  • Dia 25, manhã, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Jardim Petrópolis ("E recebereis o Dom do Espírito Santo")
  • Dia 25, noite, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Novo Horizonte (O Endemonhinhado Gadareno e seu Encontro com Jesus)
  • Dia 28, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Renascer (Estudos sobre Batalha Espiritual 4ª parte)
AGOSTO (10)
  • Dia 4, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Filadélfia (Estudos sobre Escatologia Bíblica 1ª parte)
  • Dia 11, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Filadélfia (Estudos sobre Escatologia Bíblica 2ª parte)
  • Dia 13, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Ágape (Seminário Batalha Espiritual)
  • Dia 14, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Ágape (Seminário Batalha Espiritual)
  • Dia 15, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Ágape (Seminário Batalha Espiritual)
  • Dia 18, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Filadélfia (Estudos sobre Escatologia Bíblica 3ª parte)
  • Dia 20, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Príncipe da Paz (Seminário Batalha Espiritual)
  • Dia 21, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Príncipe da Paz (Seminário Batalha Espiritual
  • Dia 22, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Príncipe da Paz (Seminário Batalha Espiritual)
  • Dia 25, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Filadélfia (Estudos sobre Escatologia Bíblica 4ª parte)
SETEMBRO (4)
  • Dia 1, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Monte Moriá (Avivamento vs. Frieza Espiritual)
  • Dia 9, Quinta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (Os Desejos da Carne na Batalha Espiritual)
  • Dia 29, Quarta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Renascer (O que Fazer para Salvar Minha Família?)
  • Dia 30, Quinta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (Estratégias de Satanás para Destruição das Famílias)
OUTUBRO (5)
  • Dia 17, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (Quatro Importantes Nomes de Deus)
  • Dia 21, Quinta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (A Igreja e o Reino Espiritual)
  • Dia 24, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Trombeta do Avivamento (As Duas Portas)
  • Dias 26 a 30, Segunda a Sábado: Faculdade Teológica das Assembleias de Deus - FATAD (Semana Teológica 2010 - "Caos Teológico e a Necessidade Exegética")
  • Dia 30, manhã, Sábado: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (O Oleiro - Consagração do Círculo de Oração)
  • Dia 31, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (A Reforma Protestante e o Movimento Pentecostal)
NOVEMBRO (6)

  • Dia 14, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (4º Aniversário da Orquestra Filarmônica Evangélica Asafe)
  • Dia 18, Quinta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (Tornando-se Vencedor Através da Oração)
  • Dia 21, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Lírio dos Vales (A Graça da Salvação)
  • Dia 25, Quinta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (Transformando a Oração em Necessidade)
  • Dia 26, Sexta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Sol da Justiça (Desperta, Igreja!)
  • Dia 28, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Cong. Novo Horizonte (Redescobrindo o Sentido da Amizade)
DEZEMBRO (4)

  • Dia 2, Quinta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (Quando a Oração é mais Importante que a Ação)
  • Dias 3, 4 e 5: Seminário de Noções de Hebraico e Grego (Faculdade Teológica das Assembleias de Deus - FATAD)
  • Dia 8, Quarta-feira: Escola de Missões (Missiologia Bíblica)
  • Dia 10, Sexta-feira: Escola de Missões (Missiologia Bíblica)
  • Dia 11, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central (Bíblia Sagrada, a Importância desse Livro na História)
  • Dia 20, Segunda-feira: Formatura da 1ª Turma de Bacharéis em Teologia da FATAD
  • Dia 26, Domingo: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (Grande é o Mistério da Piedade)
  • Dia 30, Quinta-feira: Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho (O Capacete da Salvação e a Espada do Espírito)
Quero louvar a Deus por todos os pastores, dirigentes

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Quatro Importantes Nomes de Deus

  • Maravilhoso Conselheiro - O Deus das Palavras Sábias
  • Deus Forte - O Deus que Sustenta o que Diz
  • Pai da Eternidade - O Deus que Garante o Futuro
  • Príncipe da Paz - O Deus que Assegura a Felicidade

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Vem aí: Semana Teológica 2010



Tema:

"O Caos Teológico e a Necessidade Exegética"

  • O Desenvolvimento da Teologia Patrística
  • A Reforma Protestante e seus Reflexos na Igreja Atual
  • As Diversidades de Interpretações Teológicas. Por quê?
  • Caos Teológicos nas Igrejas
  • A Relevância Hermenêutica para a Igreja de Hoje

Dias:

  • 26 a 30 de Outubro

Local:

  • Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho/RO, Ministério de Madureira (Rua Benjamin Constant, nº 2552, Bairro São Cristóvão)

Valor:

  • R$ 30,00 (incluso apostila, caneta e certificado)

Preletores:

  • Ciro Sanches Zibordi (Por graça de Deus, pregador do evangelho, ensinador, escritor, articulista, pastor na Assembleia de Deus no bairro de Cordovil, Rio de Janeiro-RJ. Membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil e da Casa de Letras Emílio Conde. Colunista do Portal CPADNews. Ministrou Hermenêutica, Exegese, Homilética, Teologia Sistemática e várias outras matérias durante dez anos na FAESP, em São Paulo-SP, onde se formou. Nesta cidade, pastoreou duas congregações ligadas à Assembleia de Deus do Ministério do Belém. Atuou na CPAD (RJ) como gerente de informática e editor de obras nacionais. É também autor dos livros "Perguntas Intrigantes que os Jovens Costumam Fazer" (2003), "Adolescentes S/A" (2004), "Erros que os Pregadores Devem Evitar" (2005), "Evangelhos que Paulo Jamais Pregaria" (2006), "MAIS Erros que os Pregadores Devem Evitar" (2007), "Erros que os Adoradores Devem Evitar", todos editados pela CPAD. Além disso, é coautor da obra "Teologia Sistemática Pentecostal", lançada em 2008 pela CPAD. Atua como preletor em escolas bíblicas, congressos, conferências, realizados no Brasil e no exterior. Atualmente, reside em Niterói-RJ com a sua esposa, Luciana, e sua filha Júlia).
  • José Gonçalves da C. Gomes (Nasceu em 10 de fevereiro de 1965 na cidade de Altos, estado do Piauí, localizada a cerca de 40 Km da Capital, Teresina. Estudou o ensino fundamental e médio em Escola Pública. Converteu-se no dia 23 de março de 1983 e foi batizado em águas em 07 de maio do mesmo ano. Em 24 de dezembro de 1990 foi batizado no Espírito Santo, com evidência do falar em línguas desconhecidas. Em 1987, através de concurso público, entrou para o serviço Público Federal, sendo lotado no Ministério das Comunicações. Em 1988 casou-se com Maria Regina (Mará), nutricionista e odontóloga (Universidade Federal do Piauí), e nesse mesmo ano ingressou no Seminário Batista de Teresina. Em 1989 foi acometido de uma grave enfermidade pulmonar, ficando hospitalizado por 15 dias. Após recuperação voltou para concluir o curso que havia trancado por causa da doença, o que ocorreu em 1995. Em 1992 passou a trabalhar no Ministério da Justiça, onde trabalhou por 12 anos. Sentindo a chamada de Deus para o ministério pastoral de tempo integral pediu liçença sem vencimento em 2001 e em 2004 desligou-se totalmente do serviço publico federal. Trabalhou primeiramete como co-pastor na sua cidade de origem e posteriomente foi transferido para a cidade de N.S. dos Remédios, situada a cerca de 180 Km da Capital do estado. Após 3 anos e três meses foi transferido para Tesresina, capital do Piauí. É escritor, conferencista, apologista e professor de línguas bíblicas. Atualmente é membro da Comissão de Apologlética da CGADB e presidente do Conselho de Doutrina da Convenção Estadual da AD do Piauí).

Público Alvo:

  • alunos de escolas teológicas
  • pastores
  • evangelistas
  • líderes
  • obreiros
  • alunos e professores da Escola Bíblica Dominical e
  • interessados em geral.

Informações e Inscrições:

Realização:

  • Faculdade Teológica Assembleia de Deus – FATAD
  • Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho, Ministério de Madureira
IMPERDÍVEL!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Parabéns, Amorzão!


Especialmente hoje, eu quero fazer uma homenagem ao meu grande amor: Ana Sara, meu amorzão!
Sinceramente, eu não tenho muita coisa para escrever ou falar; é que Sara preencheu a minha vida por completo, trouxe uma nova visão para mim e organizou aquilo que estava fora do lugar. Mas quero escrever algumas linhas e dizer...

FELIZ ANIVERSÁRIO! Há 26 anos atrás Deus, em infinita graça, trouxe você à vida, fazendo-me 19 anos depois conhecê-la e amá-la. Esse presente é meu!

FELIZ ANIVERSÁRIO! Infinitas foram as alegrias que você trouxe a minha vida, sua amizade, nosso namoro, nosso casamento, nossa filhinha, nosso tudo. Obrigado!

FELIZ ANIVERSÁRIO! Encontrar você foi uma raridade, uma jóia no meio de outras, mas com brilho mais intenso. Te amo demais!

FELIZ ANIVERSÁRIO! Somente você poderia dar-me o que tenho hoje. Uma mulher que sabe o que quer, com amor no coração, disposta a enfrentar o que vier pela frente. Já conquistamos muitas coisas, mas contigo, por causa de ti, sei que podemos ir mais longe.

Te amo!

Seu esposo, Nilonei Ramos

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Sou Pai de uma Menininha


Pois é, depois de muita expectativa, vinte e três semanas de espera, nossa ansiedade teve fim com a notícia de que o nosso bebê será uma menininha. Não posso deixar de registrar que estou muito feliz com tudo o que Deus está fazendo em nossas vidas. Tenho experimentado a prosperidade material, crescimento espiritual, ministerial e agora, com a chegada da nossa bebê, um crescimento familiar também.

Sara e eu estamos casados há pouco mais de dois anos e agora nossa felicidade está sendo coroada.

À nossa bebê, seja muito bem-vinda.

Papai e mamãe te ama.

Campanha Espiritual - Ore, Divulgue e Participe


Lançamos neste domingo uma campanha de oração no templo sede da Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho, Ministério de Madureira, intitulada Batalha Espiritual. A campanha de oração visa trazer esclarecimentos bíblicos e teológicos sobre o tema, tendo em vista que há muitas heresias envolvendo os ministram sobre ele.

Segue abaixo a escala dos dias, pregadores e temas da campanha:

Agosto
  • Dia 19: O que é a Batalha Espiritual (Pr. Antônio Baltazar)
  • Dia 26: As Ciladas de Satanás na Batalha Espiritual (Pr. Daniel Martins)

Setembro

  • Dia 2: A influência do Mundo na Batalha Espiritual (Pr. Adonias Moeses)
  • Dia 9: Os Desejos da Carne na Batalha Espiritual (Ev. Nilonei Ramos)
  • Dia 16: A Família Cristã na Batalha Espiritual (Pr. Antonio Baltazar)
  • Dia 23: Ajudando nossos Filhos na Batalha Espiritual (Pr. Daniel Martins)
  • Dia 30: A Intercessão do Pai na Batalha Espiritual (Pr. Adonias Moeses)

Outubro

  • Dia 7: Estratégias de Satanás para Destruição das Famílias (Ev. Nilonei Ramos)
  • Dia 14: Quem é a Igreja na Batalha Espiritual (Pr. Antonio Baltazar)
  • Dia 21: A Igreja e a Busca do Poder na Batalha Espiritual (Pr. Daniel Martins)
  • Dia 28: Igreja, Lugar de Soluções (Pr. Adonias Moeses)

Novembro

  • Dia 4: A Igreja e o Reino Espiritual (Ev. Nilonei Ramos)
  • Dia 11: O Poder da Oração na Batalha Espiritual (Pr. Antonio Baltazar)
  • Dia 18: Tornando-se Vencedor através da Oração (Pr. Daniel Martins)
  • Dia 25: Transformando a Oração em Necessidade (Pr. Adonias Moeses)

Dezembro

  • Dia 2: Quando a Oração é Mais Importante que Ação (Ev. Nilonei Ramos)
  • Dia 9: Guerra Espiritual, Armas Espirituais (Pr. Antonio Baltazar)
  • Dia 16: O Cinturão da Verdade e a Couraça da Justiça (Pr. Daniel Martins)
  • Dia 23: O Evangelho da Paz e o Escudo da Fé (Pr. Adonias Moeses)
  • Dia 30: O Capacete da Salvação e a Espada do Espírito (Ev. Nilonei Ramos)

Todas as quintas-feiras, a partir das 19:30h.

Ore, divulgue e participe!


sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Uma Palavra Sobre Política

PARA INÍCIO DE CONVERSA, não sou contra política. Acredito no poder do governo, oro pelos nossos governos. A maioria dos dicionária a define como "arte ou ciência de governar"; "arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou Estados"; "aplicação desta arte nos negócios internos da nação (política interna) ou nos negócios externos (política externa)"; "arte ou vocação de guiar ou influenciar o modo de governo pela organização de um partido, influenciação da opinião pública, aliciação de eleitores etc"; "conjunto dos princípios ou opiniões políticas"; "conjunto dos princípios e medidas postos em prática por instituições governamentais e outras, para a solução de certos problemas sociais" (Michaelis). Mas a grande maioria, simplesmente não sabe nem entende esse significado. E não é porque nunca leu sobre isso. O motivo é que aquilo que é visto nega o seu significado.
HISTORICAMENTE vivemos um momento único. A crise nos últimos anos desacreditou a política. Os escândalos envolvendo as assembleias legislativas, governos estaduais, senadores, deputados federais e até a presidência deixaram a população sem reação. Para incurtar o assunto, os políticos só aparecem em tempo de campanha. Sinceramente, nada disse me atinge. Estou vacinado. Infelizmente nem todos podem dizer isso.
ESPIRITUALMENTE o quadro é ainda pior. Enquanto milhares estão depositando sua confiança, agora na nova política, aliás, "o ficha limpa veio para dizer-nos quem os melhores para assumir o governo". Nesse montoeiro de esperanças frustradas, os últimas dias são marcados por um evangelho sem muita luz, sem muito sal. Em vez de mostrarmos que a Igreja precisa apenas de Jesus, vemo-nos seduzidos a reunirmo-nos e decidirmos quem vamos apoiar. Sem qualquer reflexão, que pese ideologia contrárias à Palavra de Deus e nosso posicionamento como cristãos, damos as mãos aqueles que pensam diferente de nós, e inocentemente, parecendo ignorar o que já aconteceu em épocas passadas, trazemos o estado para dentro de nossas igrejas.
O QUE VAMOS FAZER? Mais uma vez eu digo: não sou contra política. Qualquer crente pode estar envolvido com políticos, conheço vários assim. Como indivíduos somos livres para fazer o que nos der na telha, mas a Igreja do Senhor é inalienável. E por mais radical que pareça, ela não precisa de políticos. A Igreja precisa de Jesus.
TODAS AS VEZES que Igreja e Estado deram as mãos houve fracasso. Biblicamente, as intervenções de Deus na política foram para libertar. Foi assim com José do Egito, Moisés, Gideão, e na época de Samuel, quando o povo invejoso do sistema político que tinha as nações vizinhas, Deus deixou bem claro: "Ouve a voz do povo em tudo quanto te dizem, pois não te têm rejeitado a ti, antes a mim me têm rejeitado, para eu não reinar sobre eles" (1Sm 8.7). Fico muito preocupado quando vejo a Igreja do Senhor sendo honrada pelas autoridades governamentais. Nas bem-aventuranças de Cristo para o seu povo, principalmente a última, Ele diz: "Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós. Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte" (Mt 5.11-14). Será que você acredita mesmo que a Igreja deve ser honrada pelas autoridades? Ela não deveria ser sal e luz? Sal para conservar e luz para alumiar as trevas.
continua...

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

5 de Agosto, 29 anos


Estou me sentindo muito feliz hoje. O motivo? Amanhã comemoro 29 anos de idade. Tenho muito motivos para festejar. Afinal, sou crente em Jesus e sei que Ele me ama profundamente. Mas vamos aos motivos...

Conheci a Cristo ainda quando era uma criança. Fui levado pelos meus pais, depois pelos meus avós e finalmente aprendi a ir sozinho, caminho que trilho até hoje sem jamais pensar em voltar atrás.

Experimentei o amor da minha família. Meu pai sustentou a casa como pôde. Minha mãe foi uma guerreira; sozinha conseguiu criar os filhos, levando-os à Igreja e instruí-los na Palavra de Deus. Vi grandes milagres acontecerem dentro de casa graças à fé de minha mãe.

Tive a oportunidade de receber educação. Sempre estudei em rede pública, concluindo os estudos com dificuldade por que raramente tive a chance de comprar um livro. Frequentei escolas distantes, muito distantes a pé. Isso me ajudou a dar valor às coisas que quero.

Quando ainda era um adolescente recebi a cura de epilepsia. Fui dependente de remédios, mas maior foi a graça de Deus em minha vida e aquilo que era um opróbrio tornou-se testemunho do poder de Deus. Glória a Deus!

A chamada à Obra de Cristo foi sem igual. Aos 15 anos ingressei no meu primeiro curso de teologia básica. Com 17 anos, passei a ser professor do curso. Aos 19, fui levado ao ministério como diácono. Aos 25, fui consagrado presbítero da Igreja e aos 28, tornei-me ministro do evangelho, servindo a Deus como evangelista.

Aos 22 anos conheci uma moça por quem me apaixonei perdidamente. Procurei conhecê-la mais de perto. Namorei-a quatro anos, para finalmente, aos 26 anos, casar-me com ela e hoje, dois anos depois de nosso casamento, ela espera nosso primeiro bebê (ainda não sabemos o sexo; estamos ansiosos).

Para glória de Deus, coordeno um Curso de bacharel em Teologia que tem trazido muita alegria e testemunhos muito edificantes. Tenho visto muitos alunos se converterem a Cristo e experimentarem seu amor de uma forma singular. Aleluia!

Tenho pregado o Evangelho de Cristo e não merço dificuldades para falar do amor de Deus aos pecadores e procuro sempre dizer as verdades da Palavra de Deus em minhas mensagens.

Sou um homem feliz.

Ana Sara, você é o maior presente de Deus para mim.

Bebê, ainda não nos vimos, mas eu sinto por você um amor enorme. Seja bem-vindo (a) a sua casa.

Mãe, sua fragilidade é a minha força. Enriqueço-me com as tuas orações.

Pai, faz tempo que não te vejo, mas em minhas orações o senhor jamais será esquecido.

Vovó, sua casa é sempre o melhor lugar para fazer aquelas visitas de repente.

Vovô, seus muitos anos e dedicação às Escrituras me intimam a ser melhor.

Pr. Baltazar, sinceramente não tenho palavras para agradecer o tamanho dos benefícios que o senhor trouxe a minha vida. Obrigado pela confiança.

Amigos, todo esse espaço seria insuficiente para recitá-los aqui e descrever a alegria que trazem a mim. Vocês moram em meu coração.

Meu Senhor Jesus, teria eu tantos motivos para comemorar se não tivesse feito cada um deles. Vinte e nove anos são vinte e nove anos vividos na tua presença. Minha fraqueza em ti é a escola do sucesso. Por me libertar e salvar, por ter morrido em meu lugar, te agradeço. Te amo, Jesus.

terça-feira, 27 de julho de 2010

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Enoque Andou com Deus

"E andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos, e gerou filhos e filhas. E foram todos os dias de Enoque trezentos e sessenta e cinco anos. E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou" (Gn 5.22-24).
Diferente de tudo o que está escrito na Bíblia, assim foi a vida de Enoque. Todas as pessoas que viveram depois de Adão seguem um ciclo repetitivo: nasce, cresce, reproduz e morre. Na vida de Enoque havia uma diferença toda especial. Enoque andou com Deus.
Mergulhado numa sociedade pecaminosa, Enoque conseguiu o que poucos em toda a história. Sua vida foi inteiramente dedicada à pregação sobre o juízo de Deus.
"E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos; para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios, por todas as suas obras de impiedade, que impiamente cometeram, e por todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele" (Jd 14,15).
1) Santidade é um estilo de vida.
2) Santidade é a única forma de ser agradável a Deus.
3) Santidade é o degrau que nos leva ao céu.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Antes do Frio...

“Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério. Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício, e o tempo da minha partida está próximo. Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda. Procura vir ter comigo depressa, porque Demas me desamparou, amando o presente século, e foi para tessalônica, Crescente para Galácia, Tito para Dalmácia. Só Lucas está comigo. Toma Marcos, e traze-o contigo, porque me é muito útil para o ministério. Também enviei Tíquico a Éfeso. Quando vieres, traze a capa que deixei em trôade, em casa de Carpo, e os livros, principalmente os pergaminhos. Alexandre, o latoeiro, causou-me muitos males; o Senhor lhe pague segundo as suas obras. Tu, guarda-te também dele, porque resistiu muito às nossas palavras. Ninguém me assistiu na minha primeira defesa, antes todos me desampararam. Que isto lhes não seja imputado. Mas o Senhor assistiu-me e fortaleceu-me, para que por mim fosse cumprida a pregação, e todos os gentios a ouvissem; e fiquei livre da boca do leão. E o Senhor me livrará de toda a má obra, e guardar-me-á para o seu reino celestial; a quem seja glória para todo o sempre. Amém. Saúda a Prisca e a Áqüila, e à casa de Onesíforo. Erasto ficou em Corinto, e deixei Trófimo doente em Mileto. Procura vir antes do inverno. Éubulo, e Prudente, e Lino, e Cláudia, e todos os irmãos te saúdam. O Senhor Jesus Cristo seja com o teu espírito. A graça seja convosco. Amém” (2Tm 4.1-22).

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Meio dos Anos


Temos alcançado de Deus a graça de chegar a segunda metade deste maravilhoso ano. O mês de julho é sempre desafiador. Representa a metade dos projetos, dos ideiais, dos prazos, dos vencimentos, das validades. Quem chega ao mês de julho sem ter iniciado o que planejou em janeiro, deve rever bem o que quer. A obra de Deus de igual modo.

A Bíblia está cheia de histórias marcantes sobre eventos que aconteceram no meio dos anos. Esse momento é tão relevante que foi numa situação como esta que o profeta Habacuque clamou a Deus, dizendo: "Aviva, Senhor, a tua obra... no meio dos anos" (Hc 3.2). Para o povo de Israel que estava desanimado com a situação cativa já por longos anos, a oração do profeta parece ser a voz de toda a nação judaica.


O meio dos anos é sempre difícil.


Foi difícil para Moisés. Após receber instrução egípcia, o que o tornava praticamente o futuro Faraó, Deus o levou ao deserto. Scofield dividiu sua história em três etapas: na primeira, enquanto esteve no Egito, Moisés aprendeu a ser alguém; na segunda, cuidando de animais no meio do deserto, Moisés descobre que não é ninguém; e finalmente, na terceira etapa, momento em que liderava o povo pelo meio do deserto rumo à terra prometida, Moisés aprende de vez que não é nada e que Deus é tudo. O meio dos seus anos foi decisivo para que alcançasse o padrão exigido por Deus.


Foi difícil para José. Em casa, torna-se o preferido de seu pai Jacó e ao mesmo tempo o alvo da ira e ciúme de seus irmãos. O meio dos anos de José, ele passa apodrecendo dentro prisões, esperando o tempo de ver os seus sonhos realizarem-se. A parte final de sua vida é floreada de muitas glórias que só seriam desfrutadas se considerasse o meio dos anos.


O meio dos anos é sempre difícil. Por isso, se os seus planos ainda não saíram do papel, não desanime. Creia que essse período passa e na hora certa Deus fará com que esse período, aparentemente desesperador, torne-se tão necessário quanto às bênçãos que Ele nos prometeu para o futuro, bem próximo, eu creio.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Um Pastor Inovador


O conteúdo abaixo foi-me enviado por e-mail de um amigo. Achei tão verdadeiro o teor da oração que resolvi postar. Aprecie sem moderação.


"Pai celeste, nós estamos diante de Ti hoje para pedir Teu perdão e para buscar Tua direção e liderança.
Nós sabemos que Tua palavra diz: 'Cuidado com aqueles que chamam o mal de bem, mas isto é exatamente o que temos feito'.
Nós perdemos nosso equilíbrio espiritual e revertemos nossos valores.
Nós exploramos os pobres e chamamos isso de loteria.
Nós recompensamos preguiça e chamamos isso de bem-estar.
Nós cometemos aborto e chamamos isso de escolha.
Nós matamos os que são a favor do aborto e chamamos de justificável.
Nós negligenciamos a disciplina de nossos filhos e chamamos isso de construção de auto-estima.
Nós abusamos do poder e chamamos isso de política.
Nós invejamos as coisas dos outros e chamamos isso de ambição.
Nós poluímos o ar com coisas profanas e pornografia e chamamos isso de liberdade de expressão.
Nós ridicularizamos os valores dos nossos antepassados e chamamos isso de iluminismo.
Sonda-nos, oh, Deus, e conhece os nossos corações hoje; nos limpa de todo pecado e nos liberta. Amém!"

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Cinco Anos de Vitórias


Nascido em 4 de Janeiro de 1961, filho de Augostinho Cardoso de Oliveira e de Josefina Campos Cordeiro, natural da cidade de São Gonçalo do Abaeté, em Minas Gerais. Teve seu encontro com Cristo em 23 de Dezembro de 1977, após uma terrível luta espiritual. Após receber a Cristo como Salvador, foi batizado nas águas em 5 de Janeiro de 1978 e batizado com Espírito Santo em 15 de Agosto de 1979. Após ouvir a voz de Deus que lhe prometia grandes bênçãos em outro estado, com apenas 18 anos, mudou-se para Gurupi/TO. Com pouco tempo que residia naquela cidade, encantou-se por uma moça e em 12 de Dezembro de 1980, casou-se com Ruthlene Alves Cardoso, com quem teve três lindas filhas (Milca, Milkylene e Millena), e hoje é avó de um netinho (João Pedro, filho de Milca).

Vida Ministerial

Mesmo no início de sua fé, passou a mostrar grande interesse pela Obra de Deus. Obedecendo a chamada de Deus para o santo ministério, foi consagrado diácono em 15 de Maço de 1981. Como diácono, passou a dirigir Igrejas e pontos de pregação. Três anos depois, em 20 de Outubro de 1984 foi separado a presbítero. Em 23 de Setembro de 1987, alcançou do Senhor a graça, sendo separado a ministro do evangelho da Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil (CONAMAD) como Evangelista. Treze anos depois, em 7 de Maio de 2000, atendendo ao desejo da Igreja de Gurupi/TO e obedecendo a chamada de Deus para a sua vida, foi consagrado a pastor, exercendo importantes atividades na Igreja e na sociedade.

Foi Presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Figueirópolis/TO, onde realizou um grande trabalho que levou a Igreja naquela cidade a um status de respeito e confiança por parte de todos.

Em 2 de Maio de 2005, assumiu a Presidência da Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central, Ministério de Madureira em Porto Velho/RO, fazendo com que o ministério alcançasse, em todas as áreas, níveis que foram até este momento, apenas sonhados pelos obreiros que por ali passaram. Diariamente serve a Deus no atendimento aos irmãos da Igreja, em hospitais, bairros distantes, restaurando famílias e pregando o Evangelho de Jesus Cristo em vários cantos da idade.

Funções e Atuações

Pastor Antonio Baltazar Cardoso de Oliveira tem em currículo uma gama de atividades desenvolvidas. Brilhantemente, à semelhança de José do Egito, que em tudo que punha a mão prosperava, Pastor Baltazar (como hoje é chamado e conhecido) atuou com secretário, tesoureiro, superintendente da Escola Bíblica Dominical. Por longos anos serviu a Deus como vice-presidente de vários pastores. Seu ministério orgulha-se de poder citá-lo como mentor e criador do Conselho Diaconal, a nível nacional, onde, após algumas convenções, tornou-se estatutário nas Assembleias de Deus no Brasil e hoje é um Departamento de cada Igreja do Ministério de Madureira da nossa nação.

Conciliando os trabalhos da Igreja e vida particular, Pastor Baltazar ainda encontrou tempo para atuar como membro dos Gideões Internacionais por 19 anos, sendo eleito como presidente da instituição por cinco anos. Ainda como Gideão Internacional, foi Secretário de Bíblia e Secretário junto às Igrejas na cidade de Gurupi/TO. Seu ministério foi além das fronteiras e como capelão desenvolveu importantes atividades espirituais junto à comunidade.

Foi membro da ADHONEP (Associação de Homens de Negócios do Evangelho Pleno) por cinco anos e empresário no ramo de auto peças e oficina mecânica durante a década de 80.

Com apenas um ano de casado (1981), passou a dirigir Igrejas e nunca parou, seja como líder ou vice. Recebeu de Deus um profundo zelo pela sua Obra, o que o levou a construir Igrejas, que sob a inspiração do céu, conseguiu levantar várias delas do piso ao acabamento.

Como pastor auxiliar, desenvolveu vários trabalhos evangelísticos de grande notoriedade. O mais impactante deles foi realizado na cidade de Figueirópolis/TO, onde cem por cento dos moradores ganharam um exemplar da Bíblia Sagrada. Várias foram as Bíblias que sobraram, mas para louvou e exaltação do Nome do Senhor Jesus não havia um só morador que não tivesse uma Bíblia em sua casa.

Vida Acadêmica

Pastor Baltazar também tem em sua vida os créditos acadêmicos. É bacharel em Teologia pela FAETEL (Faculdade Teológica Logos) e em Ciências Contábeis pelo Centro de Ensino Ari Ribeiro Valadão.

Desenvolveu importantes atividades e projetos educacionais quando, por 17 anos, foi diretor social do IESEG (Instituto Educacional Social Evangélico de Gurupi). Foi amigo da escola, palestrante de assuntos relacionados à cidadania, conselheiro e muitas outras funções.

Foi coordenador durante muitos anos de cursos teológicos. Atualmente, é diretor da FATAD (Faculdade Teológica das Assembleias de Deus, Núcleo 021), e também foi o mentor do projeto que trazia o curso para a Igreja de Porto Velho/RO.

Em maio de 2010, recebeu da UNIRON – Faculdades Integradas de Rondônia, o título de Doutor Honoris Causa por desenvolver importantes serviços em prol da sociedade portovelhense.

Agradecimentos

Pastor Baltazar não se destaca apenas como líder de fortes decisões e poderosa visão, mas pelo coração compassivo, piedoso, amigo. Sobrepõe-se pela devoção, vida cristã, sabedoria, inteligência, agilidade, rapidez e sinceras orações a Deus.

Pastor Antonio Baltazar Cardoso de Oliveira, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho sente-se honrada por tê-lo como pastor e líder espiritual. Nós, ovelhas suas, só temos de agradecer a Deus por tão grande bondade Ele teve para conosco trazendo-o para nossa Igreja. Muito obrigado pela grama sempre verde.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

A Importância da Palavra de Deus nos Dias Atuais

"Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência. Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar" (Hb 4.11-13).
INTRODUÇÃO
A maioria dos grandes erros cometidos dá-se por não observar o que as Sagradas Escrituras dizem a respeito de nossas decisões. Consultamos a tudo e a todos, menos a Palavra de Deus.
No passado, para que a Igreja da época não caísse na mesma transgressão de seus antepassados, convinha que atentassem com mais diligência a Palavra de Deus. Certamente se lembrariam das amargas experiências que Israel teve cada vez que não andou segundo os mandamentos de Deus para eles.
A presença de Moisés os intimava a andarem segundo os mandamentos, juízos e estatutos que Deus havia lhes entregado. A garantia das bençãos de Deus, incluindo a Terra prometida com suas abundâncias, condicionava-se pela observação da Palavra de Deus.
I - A PALAVRA DE DEUS É VIVA
Há várias pessoas que rejeitam a Palavra de Deus como fonte primária de orientação às suas vidas. Na maioria delas, o horóscopo, a previsão do rádio e até a sorte do orkut, determinam quais serão suas atitudes durante o dia.
A Palavra de Deus é mais do que o livro que nos acompanha à Igreja. A Palavra de Deus é mais do que o enfeite da estante de casa. A Palavra de Deus é mais do que qualquer livro que lemos antes de dormir.
Se a colocamos em cima dos livros, ela os lidera como a fonte de toda a sabedoria e conhecimento. Se a colocamos no meio dos livros, ela torna o coração de todos eles. Se a colocamos abaixo deles, ela é a coluna que sustenta toda a verdade de Deus.
A Palavra de Deus gera vida no coração daqueles que a recebem.
II - A PALAVRA DE DEUS É EFICAZ

III - A PALAVRA DE DEUS É UMA ESPADA DE DOIS GUMES

IV - A PALAVRA DE DEUS PENETRA ATÉ À DIVISÃO DA ALMA E ESPÍRITO

V - A PALAVRA DE DEUS É APTA PARA DISCERNIR PENSAMENTOS E INTENÇÕES

VI - A PALAVRA DE DEUS IDENTIFICA-SE COM A VERDADE

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Excelência


É muito importante que o nosso trabalho seja perfeito, mas o mundo de hoje nos intima à excelência. Não é importante apenas ser um colaborador eficiente, tem que ser excelente. No atual sistema, isso é parte do currículo. Na vida cristã não pode ser diferente. Deus sempre nos leva a excelência, cria caminhos para isso, prepara ajudadores para que o fruto de nossas mãos alcance os seus padrões de excelência. Por isso, não podemos deixar passar as oportunidades, nem cruzar os braços ante as ferramentas que Ele colocado a nossa disposição.

O homem cristão precisa reconhecer a necessidade de aprender mais para fazer melhor e identificar as possibilidades para um fim glorioso cada vez que empreender seus esforços em algo para Deus. Olhe a sua volta e veja os novos horizontes:

1) Necessidade de oração: Os mais experientes na fé, dizem que “a oração é o oxigênio da alma”. Agora, imagine os milhares que estão sufocados devido a falta desse importante elemento para a sobrevivência cristã.

2) Necessidade de fé: Estamos vivendo a época da descrença. A falta de fé domina o mundo de agora. O crente em Jesus precisa alimentar sua fé e isso só é possível com a leitura da Palavra de Deus diariamente. Não existe oração nem campanha para crescer na fé. “A fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus” (Rm 10.17).

3) Necessidade de conhecimento teológico: Se existem o desejo e a chamada de Deus para ser um pregador do evangelho, o tal deverá buscar o conhecimento e matricular-se imediatamente num curso teológico. A falta desse conhecimento gera pregadores sem compromisso com a sã doutrina. Serão verdadeiros propagadores de heresias.

Para finalizar, nada melhor que ouvir algo daqueles que fizeram da excelência seu estilo de vida. “O coração do entendido adquire o conhecimento, e o ouvido dos sábios busca a sabedoria” (Salomão, Rei de Israel – Pv 18.15). “E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada” (Tiago, pastor da Igreja de Jerusalém – Tg 1.5).

segunda-feira, 19 de abril de 2010

1º Fórum de Discussão Teológica


O evento acontecerá dia 21 de Abril, feriado, de 15h às 22h, na Igreja Evangélica Assembleia de Deus Central em Porto Velho/RO, com intervalos entre as palestras onde será servido um delicioso coquetel.

Está confirmada a presença do Dr. Valmir Milomem, antropólogo, pós-graduado em ciências da religião, membro da Faculdade Evangélica do Mato Grosso, editor do blog comoviveremos.com que trata exaustivamente da cosmovisão cristã.

O tema do Fórum é “Pós-Modernidade e Teologia”. O custo da sua participação é mínimo. Será cobrado apenas a apostila com os assuntos que serão tratados.

Simplesmente imperdível. Procure a coordenação e faça sua inscrição.

Não fique de fora!

Confira o sumário dos assuntos que serão tratados nas plenárias:

I - O termo “pós-moderno”

II - A modernidade

III - Principais pensadores pós-modernos
  • Friedrich Nietzche (1844-1900)

  • Jean-François Lyotard (1924-1998)

  • Michel Foucault (1926-1984)

  • Jacques Derrida (1930-2004)

  • Richard Rorty (1931–2007)
IV- Pós-modernidade x modernidade

  • Pós-modernidade como anti-modernidade

  • Pós-modernidade como sobre-modernidade

  • Pós-modernidade como modernidade liquida

  • Pós-modernidade como anti-cosmovisão
V - A influência da pós-modernidade

VI - Características da Pós-modernidade

  • Relativismo

  • Pluralismo

  • Secularismo

  • Pragmatismo

  • Hedonismo

  • Experiêncialismo

  • Consumismo

  • Desconstrucionismo

  • Espiritualismo
VII - Pós-modernidade e teologia

  • Igreja Emergente

  • Teologia Narrativa

  • Ortodoxia/Hermenêutica Generosa

  • Teologia da Prosperidade

  • Teísmo Aberto/Teologia Relacional/Teologia do Processo

  • Teologia/Ministério Pragmático

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Deus e o Gênesis


Existem inúmeras razões para um crente fazer de Gênesis o seu livro favorito.

Escrito por Moisés, esse livro tem um nome que se origina do hebraico Gennao e do grego Toldah.

Em verdade, ele trata do princípio da criação, do pecado, do homem, da civilização, da família, de Israel, etc.

É o grande livro das genealogias ou gerações, tais como: dos céus e da terra (2.4), de Adão (5.1), de Noé (6.9), de Sem (11.10), de Terá (11.27), de Ismael (25.12), de Isaque (25.19), de Esaú (36.9) e de Jacó (37.2).

Jesus mencionou fatos que estão no Livro de Gênesis, como parte dos Livros de Moisés: Lc 24.27,44; At 28.23.

Quando Deus confiou a Moisés essa tarefa, concedeu-lhe inspiração (2Tm 3.16) e lhe deu suficiente sabedoria e memória para extrair o útil e o verdadeiro da tradição oral disponível.

Primariamente Moisés escreveu o Gênesis para os judeus, e o fez provavelmente no ano 1440 antes de Cristo. Os fatos nele narrados abrangem um período de aproximadamente 2400 anos.

Ler Gênesis significa contemplar o poder, a soberania, a soberania, a habilidade, a providência, a misericórdia, a inteligência, a graça, a justiça, a grandeza e a glória do Grande Deus.

O primeiro retrato de Deus na Bíblia está em Gn 1.1 e projeta a Pessoa de Deus como Criador. É assim que Ele é adorado no Céu, por todos os seres celestiais. E, como tal, jamais houve qualquer possibilidade imitação por parte de Satanás.

A palavra semente aparece 58 vezes; geração ocorre 21 e princípio (ou similar) 12 vezes.

Sem dúvida o versículo-chave do livro é 3.15, chamado há séculos de proto-evangelho.

Gênesis apresenta não somente a história da criação, mas também lança os fundamentos da Redenção da Humanidade, cuja doutrina prossegue através de toda a Escritura.

A origem das nações, o desenvolvimento do pecado, o futuro de Satanás, a razão da escolha do povo judeu e a promessa do Messias jamais seriam entendidos por qualquer pessoa, se não existisse o livro de Gênesis.

As pessoas de maior destaque no livro são: Adão (2-5), Abraão (12-21), Isaque (22-27), Jacó (28-38), José (39-50) e Melquisedeque (14).

Gênesis pode ser o nosso livro favorito porque ele retrata Cristo de maneiras especialmente maravilhosas.

Na verdade, Jesus é Semente da mulher (3.15), o Cordeiro (22.8), o Siló Esperado (49.10), o Melquisedeque Celestial (14.17-24), o Divino Isaque (17.6,7), o Eterno José (50.20), a Escada que leva ao Céu (28.12), o sacrifício por trás das peles que vestiram Adão e Eva (3.21), o sacrifício de Abel (4.4) e a Arca da Salvação universal (6.14; 7.16).

Gênesis demole o frágil castelo do evolucionismo (1.27,31; Sl 139.13-16). Ele anuncia a teologia suicida que nega a realidade do pecado (Gn 6.5; Rm 3.23).

Gênesis anuncia que existe esperança quando há derramamento de sangue (3.21; 4.4; Hb 9.22).

Gênesis é um princípio, que conduz a um fim vitorioso. Gênesis termina com José deitado em um caixão. A Bíblia termina com o Cristo Ressuscitado, abençoando a todos nós.

Se você deseja escolher um livro da Bíblia como seu favorito, por que não Gênesis?

Uma exaustiva pesquisa através de milhões de livros escritos no passado e no presente leva sempre à conclusão de que nenhum outro livro tem um início tão extraordinariamente fascinante quanto a Bíblia Sagrada: “No princípio criou Deus os céus e a terra”.

Com apenas sete palavras (no idioma português) o Espírito Santo conduziu Moisés a introduzir para a Humanidade o princípio da revelação escrita do pensamento de Deus, descrevendo de modo majestoso a glória do Criador.

Assim, o primeiro retrato de Deus na Bíblia é o de Criador.

O Adversário tem desviado para si a atenção de milhões de criaturas, e tem feito com que elas acreditem que ele é pai, é amigo, é mestre, é senhor, é rei, etc.

Jamais foi possível encontrar qualquer evidência de que o diabo é criador de alguma coisa. Nada existe que tenha a marca de sua criação. Ele jamais criou. Somente Deus é Criador.

O homem descobre e inventa, o diabo imita e deturpa.

Deus é adorado predominantemente no Céu como Criador.

Ao longo de suas páginas, a Bíblia focaliza a Pessoa de Deus como Criador.

Na condição de Criador, Deus desenvolve vários de Seus sublimes e inerentes atributos.

Deus tudo criou porque é Soberano. Ele criou todas as coisas com sabedoria e perfeição. Cada detalhe da criação tem seu propósito específico. Isto projeta a autoridade, a soberania e a infinitude do Criador.

A majestade de Deus como Criador deve ser uma das mais intensas motivações da criatura humana para adorá-lO.

Gênesis 1.1 reflete a eternidade transcendental de Deus. A palavra princípio, nele contida, é uma época desconhecida para todos os demais seres do Universo.

Unicamente Deus entende esse princípio, que se situa admiravelmente além de qualquer noção macroscópica do tempo.

O próprio Deus é o Princípio, não em relação a Si Próprio, mas no que diz respeito ao Universo por Ele criado com superior perícia.

Gênesis 1.1 tem produzido um severo e crucial efeito demolidor sobre certas teorias que o Adversário injetou na mente humana e que agentes da falsa sabedoria desenvolveram como se tivessem algum valor.

Deus criou os Céus e a Terra. O primeiro versículo das Escrituras separa de uma vez por todas e para sempre o sobrenatural do natural, o espiritual do físico, o permanente do temporal.

Este texto estabelece princípios que não poderão jamais ser removidos. Por exemplo, a pluralidade dos céus e a unicidade da Terra.

Os céus manifestam a glória de Deus e a Terra anuncia Sua imensurável graça.

Deus criou todas as coisas. O verbo usado originalmente em Gn 1.1 (barah) diz respeito a criar do nada. A ausência de matéria-prima demonstra quão imensurável é a capacidade do Altíssimo.

Sempre devemos oferecer a Deus nossa gratidão pela existência do livro de Gênesis. Esta palavra vem do vocábulo grego que significa princípios e esse livro é o grande fundamento de toda a revelação contida nos 66 livros que constituem a Bíblia Sagrada.

Gênesis 1.1 é o prólogo não somente do primeiro capítulo, senão de todo o livro, que trata com precisão e propósito divinos do princípio da criação, do homem, do pecado, das promessas messiânicas e da nação de Israel.

A Bíblia deixa claro que nada, senão Deus, existia antes da Criação. Igualmente transparente é o ensino de que tudo, menos Deus, teve um princípio, foi objeto de uma criação.

O mundo foi sacudido durante os dois últimos séculos pela avalanche mortífera da teoria evolucionista. Um verdadeiro tsunami espiritual, que tentava alcançar pelo menos 3 objetivos: 1) solapar a fé possuída pelos filhos de Deus, 2) cobrir de descrédito os textos bíblicos alusivos à Criação e, como alvo maior, 3) deixar a Pessoa de Deus em situação de humilhação e constrangimento.

Os mais recentes acontecimentos nos dão conta de que os dias do Evolucionismo estão contados.

Estimulo todos a acreditarem cada vez mais e melhor na Bíblia. Ela se mantém como Palavra de Deus, viva, inerrante e eficaz. Para acreditar em toda a Bíblia é necessário acreditar em Gênesis.

Para acreditar em Gênesis é indispensável acreditar nos três primeiros capítulos, os que mais tormento causam ao Inimigo de Deus.

Para crer nos três primeiros capítulos de Gênesis é imprescindível acreditar em Gênesis 1.1. Que versículo desafiador!

A Glória do Criador, revelada em Gênesis 1.1 precisa ser melhor apreciada, mais intensamente festejada e muito mais piedosamente adorada.

Para aqueles que desejam examinar mais textos bíblicos que projetam a Pessoa de Deus como Criador, sugiro os seguintes: Êx20.11; 31.17; 1Cr 16.26; Ne 9.6; Jó 26.13; 38.4; Sl 8.3; 33.6,9; 89.11; 96.15; 102.25; 115.15;124.8; 136.5; 148.4,5; Pv 3.19; Ec 12.1; Is 37.16; 40.26; 42.5; 44.24; ; 51.13,16; Jr 10.12; 32.17; 51,15; Zc 12.1;At 4.24; 14.15; 17.24; Rm 1.19,20; 11.36;1Co 8.6; Ef 3.9; Cl 1.16,17; Hb 1.2; 3.4; 11,3; 2Pe 3.5; Ap 3.14; 4.11; 4.11; 14.7; 21.6; 22.13.

Por último, para não me tornar extensivo, recordo a necessidade de todos nos mantermos fiéis à superior declaração de Gênesis 1.1, razão por que concluo com o apelo do rei Salomão: “Lembra-te do teu Criador...”.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Deixe Ele Entrar!


A porta está trancada. Uma fechadura no meio (daquelas que exigem quatro voltas na chave) e duas de reforço, uma em cima e outra em baixo. Na altura de sua cabeça, você colocou um olho mágico para olhar de dentro para fora sem ser notado.

Você não quer visitas, não quer amolação, não quer incômodo, não quer pensar, não quer mudar.

De repente, alguém bate à porta, balança o sininho que você esqueceu de retirar, aperta a campainha que você esqueceu de desligar, bate palmas, grita o seu nome.

Você se aborrece, você se irrita, você tapa os ouvidos, você não se levanta, você não abre a porta.

Não adianta nada. Os sons continuam: o barulho do sininho, o barulho da campainha, o barulho das palmas e, pior de tudo, o barulho da mão fechada de encontro à porta fechada.

Você se levanta muito a contragosto, dirige-se até a porta, abre a tampinha do olho mágico e vê quem está batendo, quem está chamando por você. Você se admira, pois quem está do lado de fora é alguém que você julgava estar do lado de dentro. Você fica parado, estupefato, horrorizado e indeciso.

Indeciso porque, já que ele está do lado de fora e não do lado de dentro, quem sabe seria melhor que ele não entrasse. A pessoa que ainda está batendo e ainda está chamando por seu nome é fora de série, mas, ao mesmo tempo, incomoda e cobra muito. Ela dita regras de fé e de comportamento. Talvez fosse melhor dispensar os benefícios e ficar livre de suas cobranças.

Você tira a tranca. Põe a mão na chave de quatro voltas e pára. “Abro ou não abro?”, você se pergunta.

Você dá as quatro voltas, gira o botão das fechaduras de reforço e abre a porta de par a par. E aquele que você supunha estar do lado de dentro, mas estava do lado de fora, entra em sua casa, desta vez para ficar. Graças à sua decisão de abrir a porta. Então você se recorda das palavras que esta mesma pessoa disse a uma Igreja Cristã no sudoeste da Turquia: “Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e cearei com ele e ele comigo” (Ap 3.20).

segunda-feira, 29 de março de 2010

Responda-me, por favor!


Por que palavras como “paixão”, “fogo”, “glória”, “poder” e “unção” vendem muito mais CD’s do que “graça”, “misericórdia” e “perdão”?

Por que aqueles que mais falam sobre “prosperidade” evitam sistematicamente textos como Tg 2.5, 1Tm 6.8 e Hc 3.17-18?

Por que se fala tanto em dízimo, defendendo-o com unhas e dentes, mas quase nada se fala sobre ter tudo em comum e outras coisas como “ajudar os domésticos na fé” e “não amar somente de palavra e de língua, mas de fato e de verdade”? Em qual proporção a Bíblia fala de uma coisa e de outra?

Por que em At 4, quando os apóstolos foram presos, a Igreja orou de forma tão diferente do que se ora hoje? Por que não aproveitaram a ocasião pra “amarrar o espírito de perseguição”, pra “repreender a potestade de Roma”, ou coisa semelhante?

Por que At 2.4 é muito mais citado como modelo do que era a igreja primitiva do que At 2.42?

Por que todo mundo sabe Jo 3.16 de cor, mas tão pouca gente sabe 1Jo 3.16?

Por que 90% ou mais dos cânticos congregacionais modernos são na primeira pessoa do singular, quando a proporção nos salmos é muito menor?

Por que todo mundo aceita que Jesus curou e colheu espigas no sábado, aceita também que Deus ordenou que seu povo matasse vários povos rivais, mas se escandaliza absurdamente quando alguém diz que Raabe fez certo ao mentir para preservar duas vidas? O que vale mais em situação de conflito: que um soldado pagão saiba a verdade ou a vida de dois homens? Será que se Raabe tivesse dito a verdade, teria sido elogiada em Hb 11?

Por que quase tudo que se vende numa livraria cristã foi produzido nos últimos 50 anos, se nosso legado é de 2.000 anos de História do Cristianismo? O que aconteceu com os outros 19 séculos e meio?

Por que tanta gente que acredita que a salvação é pela graça, ou seja, não é obtida sendo “bonzinho”, paradoxalmente acredita que ela pode ser perdida sendo mau? Pode algo ganho sem mérito ser perdido por demérito?

Por que a Igreja é muito mais rigorosa com pecados sexuais como adultério e homossexualismo do que com a gula ou a ganância? Aliás, por que em tantas igrejas a ganância nem é vista como pecado, mas como virtude, disfarçada com o nome de “prosperidade”?

Por que, mesmo o Cristianismo crendo que o homem foi nomeado por Deus como o responsável pela criação, e que tudo que Deus criou é bom, são os esotéricos os que mais lutam pela defesa do meio-ambiente?

Por que, na maioria dos grupos de louvor no Brasil, não há espaço pra quem toca instrumentos brasileiros como o cavaquinho e o berimbau?

Por que todos os ritmos de origem na raça negra até hoje são considerados por alguns como diabólicos?

Por que alguém como Lair Ribeiro faria mais sucesso como pregador hoje do que, digamos, Francisco de Assis? Por que nossas mensagens mudaram tanto seu teor evangelístico?

Por que se canta tanto sobre coisas tão etéreas como “rios de unção” e “chuvas de avivamento”, ao passo que Jesus usava sempre figuras do cotidiano para ensinar, como sementes, pássaros e lírios?

Por que se amarra, todos os anos, tudo quanto é “espírito ruim” das cidades, fazendo marcha e tudo, mas as cidades continuam do mesmo jeito? Aliás, se os “espíritos ruins” já foram “amarrados” uma vez, por que todo ano eles precisam ser “amarrados” de novo?

Por que se canta todos os dias “Hoje o meu milagre vai chegar”? Afinal, ele não chega nunca? Que dia está sendo chamado de “hoje”?

Por que Jó não cantou “restitui, eu quero de volta o que é meu”, nem declarou ou amarrou nada, muito menos participou de “campanha de libertação” quando perdeu tudo?

Por que nós nunca vamos ao médico e pedimos, “doutor, dá pra queimar essa enfermidade pra mim, por favor”? Por que então se ora pedindo isso pra Deus? Seria correto orar assim pra Deus curar alguém enfermo por causa de queimadura?

Por que as rádios evangélicas tocam tanta coisa produzida por gravadoras ricas e nada produzido por artistas independentes?

Por que se faz apelo ao fim de uma “pregação” que não fez qualquer menção ao sangue, à cruz, ao arrependimento, ou sequer ao pecado? A fé não é pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra de Deus?

Por que se enfatiza tanto a ordem bíblica para pregar a Palavra e se negligencia tanto as ordens para fazer justiça social e alimentar os famintos? Quantas vezes cada uma delas aparece na Bíblia?

Por que Dt 28.13 (“o Senhor te porá por cabeça, e não por cauda”) é tão citado, ao passo que 1Co 4.11-13 (“somos considerados como o lixo do mundo”) ninguém gosta de citar?

Por que quem pensa diferente de nós é sempre “inflexível”, “fariseu” ou “duro de coração” (quando não chamamos de coisa pior)?

(Texto adaptado)

Blitz


Por volta das 18:30h de hoje, plena segunda-feira, fui surpreendido por uma blitz de policiais militares e fiscais do DETRAN. Tudo bem, não tinha nada a temer. Mostrei meus documentos e fui liberado. Enquanto um fiscal ainda olhava meus documentos, vi várias pessoas tendo de deixar seus veículos, fazer telefonemas, chamar “não sei quem”. No meu caso, meus documentos e as condições do veículo eram suficientes. Mas pensei: e se a vida cristã fosse do mesmo jeito?...
Enquanto escrevo essas palavras, lembro das palavras de Paulo: “Todos temos de comparecer ao Tribunal de Cristo...” (1Co 5.10). Querendo ou não, “...temos de comparecer...”. Mas, e se isso acontecesse de vez em quando? Imaginem: estamos acostumados a ir aos cultos, assistir a programação, entregar nossos dízimos e ofertas, cantar, pregar, orar, ajudar ao próximo, e de repente, surpreendentemente, semelhante às blitz, Deus nos parasse e dissesse: “Mostre seus documentos”.

continua...