segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Conhecer-te...

Conhecer pessoas faz parte da vida. Isso é muito natural.

Têm umas que passam sem causar efeito algum e outras que alteram completamente o viver. Daí, não dá pra continuar sem elas. Famílias que se alteram, amigos que vêm e vão e a nossa vida está sempre mudando. Mais pessoas e menos pessoas. Sempre foi assim. Até que conheci Jesus.

Diferente de tudo que eu já havia experimentado. Novo como o dia de amanhã e mais intenso que o calor do meio-dia. Não me lembro onde estava quando nos falamos pela primeira vez. Acho que não é importante dizer aqui. Mas sei descrever o que senti. Seu amor em mim foi como despertar de anos de pesadelo e descobrir que nada havia me ocorrido. Não dá pra descrever o seu amor.

Ouvi falar de pessoas que tentaram. Descreveram o seu amor como sendo de “tal maneira” por não conseguirem ver o fim dele. Compararam com riquezas, dons especiais, sabedoria e um outro monte de coisas, mas nem assim o seu amor pôde ser igualado. É único e indizível. Não só pra mim, mas para todos os que aceitam o seu sacrifício. Sacrifício que ninguém jamais viu igual.

Assim como um dedal não pode conter o oceano, meras palavras jamais conseguirão descrever esse amor. Junto dEle me vi cercado, protegido, perseguido por um maravilhoso elo de amor. Sim, essa é a nota que toca agora: E-L-O! Uma ligação tão forte que agora não sei (não é que eu não consigo), realmente não sei viver sem o seu amor.

Amor que me contagia, que me inunda, que me perfaz o caminho a Deus, que me convence e que me constrange. Constrange... Por que será que Deus me ama tanto? O que tem em mim que deixa Deus tão apaixonado? (Hoje eu posso dizer isso!) Por que me escolheu? Ele, apesar de minhas faltas, me alvejou. Quando tento responder, não consigo. Quando tento entender, meus pensamentos são vencidos e fico como estou agora... Sem palavras. Como diz um outro poeta: “Oh! Por que Jesus me ama? Eu não posso te explicar!”

Não posso deixar de pensar nEle, falar dEle e se me faltar alguém pra compartilhar dEle, vou falar com Ele sozinho. Eu e Ele. Assim como Ele não pôde resistir em me oferecer a sua salvação, agora não consigo viver sem o seu amor.

Te conhecer foi muito bom pra mim...

Nenhum comentário: