segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Consagrando Tudo a Deus

Quando penso em Deus, seu primeiro retrato que me vem à mente é o de um Criador. É assim que Ele é adorado no Céu por todos os seres celestiais. E, como tal, jamais houve qualquer possibilidade de imitação por parte de Satanás.

Uma exaustiva pesquisa através de milhões de livros escritos no passado e no presente leva sempre à conclusão maravilhosa de que num princípio remoto, incontável para nós seres mortais, “criou Deus os céus e a terra”.

Com apenas algumas palavras, a Bíblia conta o princípio da revelação escrita do pensamento de Deus, descrevendo de modo majestoso a glória do Criador.

O Adversário tem desviado para si a atenção de milhões de criaturas e feito com que acreditem que é pai, amigo, mestre, senhor e rei, mas jamais conseguirá nos convencer de que exista outro criador além de Deus. Somente Deus é Criador. Deus, que tudo criou, é Soberano.

Cada detalhe da criação tem um propósito definido.

O próprio Deus é o Princípio, não em relação a Si Próprio, mas no que diz respeito ao Universo por Ele criado com superior perícia.

Deus criou os Céus e a Terra. Os céus manifestam a glória de Deus e a Terra anuncia Sua imensurável graça.

Deus criou todas as coisas. A Bíblia deixa claro que nada, senão Deus, existia antes da Criação. Sua Glória como Criador precisa ser mais bem apreciada, mais intensamente festejada e muito mais piedosamente adorada.

Deus poderia ter escolhido outros seres para adorá-lo, ter feito um outro planeta, com um montão de gente programadas só para amá-lo. Só que mais uma vez Ele pensou em mim. Fez tudo que existe aqui na Terra porque em seu imenso poder, conseguiu ver a mim. Tudo isso por minha causa.

Ele é o único que pode dizer que “todas as coisas foram feitas por Ele e sem Ele nada do que foi feito se fez”.

A natureza nos mostra Deus. O Céu nos diz o que Ele tem feito. E por incrível que pareça, mesmo estando conosco todos os dias, o ambiente do pecado não o macula, a história não o refreia e a rotina do dia não o cansa.

Deus, em Sua grandeza e graça, aprecia a devoção dos seus filhos, mas nenhuma é grande demais pra Ele. Ele se contenta “apenas com tudo”, mas jamais desprezará um coração humilhado. Ele, que fez o universo de grandeza nos mínimos detalhes, fez a mim também e eu a Ele celebro, de todo o meu coração, sem pensar em mais nada, só nEle, consagrando tudo o que sou...

Nenhum comentário: