quarta-feira, 30 de março de 2011

Pensando no Céu

Por mais que estejamos acostumados por aqui, sabemos que o tempo de nossa partida está próximo. Não ficaremos muito tempo na terra. O céu já nos espera.

Por isso, por mais incômodo que seja para alguns falar de arrebatamento, nunca essa mensagem foi tão necessária. Essa mensagem tem o poder de resgatar em cada ouvinte a santidade, urgência da volta de Jesus e a preparação que todos devem mostrar a cada dia para não sermos surpreendidos com a vinda de Jesus.

Mas, como disse Paulo, pensemos nas coisas que são de cima. E isso é revolucionário para nós. Isso nos tira todos os anseios pelo que é temporal e nos dá novos rumos e prioridades. Essa mensagem traz consolo, pois os dias atuais são de muita tribulação, de angústias, de aflições e pelo que tudo indica nada vai melhorar. Segundo Jesus, os acontecimentos se afunilarão cada vez mais e os sinais se multiplicarão. Mas isso não é para nós, pois nossa esperança não está em nada dessa terra. Por mais que tenhamos visto muitas coisas maravilhosas neste mundo, o céu é muito mais.

O céu é mais do que se pode ver. Todos nós apreciamos o que é belo. Mas qualquer coisa por mais belo que seja, o céu é muito mais. O céu é tão belo que nas palavras de quem foi até, não puderam expor nada de tudo o que viram. Quando foram relatar o que viram, fizeram questão de comparar com o que de mais belo há no mundo. Ouro, prata, pedras preciosas, cristal, pérola. Ainda assim, o céu é mais.

O céu é mais do que se pode ouvir. Gostamos de ouvir o que é belo. Nosso nome, um belo hino. Gostamos de ouvir belos testemunhos, nos emocionamos, ficamos sensíveis, choramos, pois o que é belo nos toca forte. Ainda assim, o som do céu é tão belo que nas palavras de Paulo, não tem como discernir: tem som de trombeta com voz de arcanjo. Isaías teve uma visão do trono de Deus e escreveu que ali os seres angelicais constantemente dizem: “Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos”.

O céu é mais que a mente pode imaginar. Quem já foi a um palácio? Quem já visitou os maiores museus do mundo? Quem já esteve pertinho do Cristo Redentor? Quem foi pode dizer o que é belo. Mas, para falar do céu, temos de colocar a mente para trabalhar e pensar bastante. Consegue pensar num lugar em que não há dor, angústia, tristeza, tentação, pecado, doença, morte, ira ou contenda? Consegue pensar num lugar onde todas as lágrimas serão enxugadas? Consegue pensar num lugar onde não se precisa de políticos, pois o próprio Jesus é Rei e Senhor? Se consegue pensar num lugar assim, então multiplique isso por números infinitos, aí poderá começar a ter uma ideia de como é o céu. O céu é muito mais.

Nenhum comentário: