quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Dia Internacional da Promessa

Estamos chegando outra vez ao final do ano. Apesar de já termos passado por isso algumas vezes, repetidas vezes (28, no meu caso), é a primeira e última vez que deixaremos para trás o ano de 2009. O ciclo de 365 dias está acabando. Em números isso é incrível:
  • Foram 365 dias inéditos de 24 horas cada um;
  • Foram 12 meses de 30,41 dias (tirando a média);
  • Foram 52,14 semanas de 7 dias (tirando a média de novo);
  • Foram 8.760 horas de pura emoção vividas uma por vez;
  • Foram 525.600 minutos que às vezes pareciam não passar e outros que gostaríamos que jamais acabassem;
  • Foram 31.536.000 segundos que fizeram toda a diferença em cada uma de nossas atitudes.

Para saber:

  • O valor de um ano, pergunte ao aluno que estudou os 365 dias e seu boletim final consta um "X" em "reprovado".
  • O valor de um mês, pergunte a uma futura mãe que, sem planejamento, teve seu filho prematuro e ao invés de tê-lo em seus braços, vê-o pela vidraça de uma incubadora.
  • O valor de uma semana, pergunte ao editor de uma revista semanal.
  • O valor de um dia, pergunte ao trabalhador braçal que ganha o sustento da família pelas horas de desempenho na empresa.
  • O valor de uma hora, pergunte a um namorado que há tempo espera pelo seu encontro de amor.
  • O valor de um minuto, pergunte ao empresário que acabou de perder o avião que o levaria para uma reunião de negócios.
  • O valor de um segundo, pergunte a quem escapou por um fio de um grave acidente.

Não acredito que Deus tenha dividido o tempo de forma tão organizado para que não atentássemos nesses detalhes que diariamente testemunhamos. Não podemos nos dar o luxo de viver perdendo tempo. Mas infelizmente alguns agem dessa terrível forma.

Um ano inteiro de irresponsabilidade, desonestidade, mentiras, arrogância, preguiça, omissão, prevaricação, promiscuidade, traição, infidelidade e tantas outras coisas semelhantes a estas formam o teatro montado por alguns que descaradamente acreditam em um Deus vestido de papai Noel, o velhinho de coração mole, que não resiste às emoções de final de ano, e que só aparece uma vez a cada 365 dias. Faça-me o favor! Deus é presente o tempo todo em todos os lugares. Não podemos vendar os seus olhos para que não veja nossas falhas. Perante Ele, "todas as coisas estão nuas e patentes" (Hb 4.13). É muito engano de nossa parte acreditar que Deus ficará comovido com nossos votos de fidelidade nos últimos dias do ano.

Mas ainda tem jeito. O que temos de fazer é reconhecer nossas limitações. Admitir nossas falhas para com Deus e rogar a Ele que nos faça melhores no ano que vem para não incorrermos no mesmo erro de hoje. Ele já está nos dando uma nova chance...

  • Para apreciar sua divina providência. Será que alguém faria por nós o que Ele tem feito? Quem mais poderia chover num dia de sol ou fazer aparecer o sol depois de uma negra noite?
  • Para reconhecer nossas limitações. Será que é tão difícil ver que sem Ele nada podemos fazer? Ele dá o sono da noite e nos faz acordar pela manhã. Consegue alguém que se importe com coisas tão naturais?
  • Para nos mostrar a sua Graça. Quem abriria as portas de sua casa para um moribundo? Quem daria tesouros a um mendigo? Quem faria de um bastardo seu filho?
  • Para nos provar seu amor por nós. Além dEle, nem no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, haveremos de encontrar um amor semelhante ao seu. É simplesmente inexplicável, mas pode ser profundamente sentido por qualquer um que aceitar seu abraço.

E as promessas de fim ano, como ficam? Elas ficam registradas diante de Deus. Deus lembrará delas durante todos os dias do ano. Todos os 365 dias devem dominar a nossa mente de que nossas promessas de fim de ano estão diante de Deus. Todas as promessas...

  • A promessa de ler a Bíblia. Por que esperar começar o ano? Comece hoje!
  • A promessa de orar mais. Já que oração não é limitada por espaço e tempo, por que não chamá-lo agora para uma longa conversa?
  • A promessa de fazer mais para o Reino de Deus. Menos tempo pra mim e mais tempo para Ele e com Ele. Quer um lema melhor para sua vida?
  • A promessa de ser fiel. Isso depende de cada um de nós. Ser fiel é uma questão de decisão. Exige perseverança, comprometimento, desprendimento e coragem.

E muitas outras que primam pelo reino e a glória de Deus.

Sei que essas promessas devem fazer parte da vida de qualquer cristão. A partir delas, podemos fazer aquelas que fazem parte de nossa vida neste mundo...

  • Fazer alguém feliz...
  • Fazer faculdade...
  • Estudar mais...
  • Casar-se...
  • Ter filhos...
  • Construir, reformar ou comprar uma casa...
  • Comprar um carro...
  • Mudar de cidade...
  • Mudar de emprego...
  • Trocar os móveis da casa...

Não há limites para fazer promessas. Mas lembre-se: Não magoe ninguém com elas. Não entristeça a Deus com aquelas que você não conseguir cumprir.

Feliz Ano Todo!

Um comentário:

Anônimo disse...

Grandes palavras foram as suas, bem colocadas e bem pensadas, tudo que prometemos a nos mesmos sempre esquecessemos que por tras de mais uma promessa tem uma vontade , sempre pensamos que é nossa vontade , quem tem a DEUS não faz promessas e sim sonha e mediante compromisso com DEUS, ELE torna real esses sonhos se assim nós deixarmos. Samuel Carlos