sábado, 2 de janeiro de 2010

Medo de Honra

Sempre tive medo da honra. Falo da honra exagerada, aquela que é mais próxima da bajulação do que do coração grato por quem foi honrado. Conheci um pastor que em aniversários, casamentos ou homenagens sempre que lhe davam oportunidades, ele dizia: "Poderia dizer várias coisas e ser achado mentiroso. Então prefiro dizer que te admiro, te amo e te quero bem". Essas palavras eram tão verdadeiras que ninguém duvidava disso. mas o que vemos hoje são pessoas sem temor algum de dizerrem mentiras sendo hipócritas e falsas. Os mesmos que beijam a face hoje reinvindicam direitos nos tribunais. Recentemente participei de uma homenagem ao pastor da nossa Igreja. Quero deixar claro de antemão que não tenho nada contra os cultos de homenagens a quem quer seja. Como diz o apóstolo Paulo "a quem honra honra" (Rm 13.7). Não podemos negar isso.
continua...

Nenhum comentário: