terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

A Grande Obra de Neemias (6ª parte)


UMA GRANDE OBRA É EMBASADA NA PALAVRA

“E leram o livro, na Lei de Deus, e declarando e explicando o sentido, faziam que, lendo, se entendesse” (Ne 8.8).

O processo de restauração do culto a Deus aconteceu, assim que os muros foram edificados, as portas levantadas e estabelecidos os porteiros, cantores e os levitas. Esdras, o sacerdote, uniu-se a Neemias, e, em praça pública perante todo o povo, leu o livro da lei de Moisés e explicou o seu sentido, para que todo o povo entendesse a vontade de Deus.

É o clássico texto sobre a leitura da Bíblia. É o grande momento quando Esdras lê a Lei de Deus, diante do povo. Sabemos que a fé vem pelo ouvir e ouvir pela Palavra de Deus, de maneira que o ouvir a Palavra de Deus é o começo de toda a vida espiritual.

1. O Livro de Deus deve ser ansiado (Ne 8.1).

“E chegado o sétimo mês, e estando os filhos de Israel nas suas cidades, todo o povo se ajuntou como um só homem, na praça, diante da Porta das Águas; e disseram a Esdras, o escriba, que trouxesse o livro da Lei de Moisés, que o Senhor tinha ordenado a Israel”.

O anseio pela Palavra de Deus é que fará a diferença na nossa vida cristã. Ele é o livro que deve ser lido por toda a família. Precisamos querer, desejar, amar, nos apegar às Bíblia Sagrada.

2. O Livro de Deus deve estar sempre aberto (Ne 8.5).

“E Esdras abriu o livro perante os olhos de todo o povo; porque estava acima de todo o povo; e, abrindo-o ele, todo o povo se pôs em pé”.

A Bíblia aberta significa que estamos aplicados à sua leitura e meditação. Devemos abrir a Palavra diante das nossas famílias e diante da Igreja de Deus.

3. O Livro de Deus deve ser lido (Ne 8.9).

“E Neemias (que era o tirsata), e o sacerdote Esdras, o escriba, e os levitas que ensinavam ao povo disseram a todo o povo: Este dia é consagrado ao Senhor, vosso Deus, pelo que não vos lamenteis, nem choreis. Porque todo o povo chorava, ouvindo as palavras da Lei”.

A Bíblia deve ser lida todos os dias. O Salmista disse: “ Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite” (Sl 1.1-2).

A Bíblia ainda diz: “Bem aventurado aquele que lê...” (Ap 1.3).

4. O Livro de Deus deve ser compreendido (Ne 8.8).

“E leram o livro, na Lei de Deus, e declarando e explicando o sentido, faziam que, lendo, se entendesse”.

A coisa mais importante é compreender o que Deus está nos falando através da Sua Palavra. O obreiro deve se fazer entender ao ministrar a pregação ou estudos bíblicos. Na condição de líderes precisamos sempre nos atentar que “o obreiro aprovado maneja bem a Palavra da verdade”, isto é, sabe o que ela diz e o que significa. Dessa forma ele poderá ensinar o rebanho.

5. O Livro de Deus sempre produz efeito na vida do povo (Ne 8.9).

“E Neemias (que era o tirsata), e o sacerdote Esdras, o escriba, e os levitas que ensinavam ao povo disseram a todo o povo: Este dia é consagrado ao Senhor, vosso Deus, pelo que não vos lamenteis, nem choreis. Porque todo o povo chorava, ouvindo as palavras da Lei”.

Paulo escreveu que “o evangelho é poder de Deus para todo o que crê” (Rm 1.16). Quem já ouviu a Palavra de Deus, nunca mais será a mesma pessoa. O poder transformador do evangelho fará a diferença na vida de qualquer ser humano.

6. O Livro de Deus deve ser obedecido (Ne 8.14-16).

“E acharam escrito na Lei que o Senhor ordenara pelo ministério de Moisés que os filhos de Israel habitassem em cabanas, na solenidade da festa, no sétimo mês. Assim, o publicaram e fizeram passar pregão por todas as suas cidades e em Jerusalém, dizendo: Saí ao monte e trazei ramos de oliveira, e ramos de zambujeiros, e ramos de murtas, e ramos de palmeiras, e ramos de árvores espessas, para fazer cabanas, como está escrito. Saiu, pois, o povo, e de tudo trouxeram e fizeram para si cabanas, cada um no seu terraço, e nos seus pátios, e nos átrios da Casa de Deus, e na praça da Porta das Águas, e na praça da Porta de Efraim”.

Deus é um Deus de promessas. E, nós, como Seus filhos, temos o direito e uma herança em Cristo Jesus para receber todas as promessas contidas em Sua Palavra. Porém, as promessas só se cumprem na vida daqueles que decidem obedecer. A palavra obedecer, na Bíblia, muitas vezes vem expressa em palavras como seguir, ouvir, escutar.

Todo obediente prospera. “Se quiserdes, e me ouvirdes, comereis o bem desta terra...” (Is 1:19).

Todas as vezes que obedecemos à Palavra de Deus usufruímos o cumprimento dessas promessas em nossas vidas. Em vários textos da Bíblia, encontramos a chamada de Deus para os Seus filhos: obediência.

Precisamos treinar a nossa obediência. Obedecer fala de compromisso. Quando decidimos obedecer ao Senhor, cumprimos a Sua Palavra e Ele cumpre em nossas vidas todas as Suas promessas.

7. O Livro de Deus deve ser amado (Ne 8.18).

“E, de dia em dia, ele lia o livro da Lei de Deus, desde o primeiro dia até ao derradeiro; e celebraram a solenidade da festa sete dias e, no oitavo dia, a festa do encerramento, segundo o rito”.

Quem ama pratica a Palavra de Deus. Quem ama não trai os mandamentos. Amar a Bíblia é amar o próprio Deus.

Conhecer, amar e obedecer à Palavra de Deus é o único meio seguro de não sermos enganados. Que Deus nos ajude a amar a Sua Palavra, a meditar nela de dia e de noite, a obedecê-la em nossa vida diária, e a lutarmos firmemente contra a perversão dessa Palavra pelos falsos mestres e falsos profetas de nossos dias.

Nenhum comentário: