sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Vidas Alheias, o Alvo do Evangelho


Estamos cumprindo o Ide de Jesus a todos os povos. Foi isso que Jesus fez e ensinou. Sua missão incluía exclusivamente as vidas de outrem. Ele amava as pessoas ao ponto de se entregar por elas. Antes da cruz do Calvário, Ele já havia passado por vários sacrifícios e em todos eles, a vida alheia foi a mais beneficiada. Mesmo sem ter um lugar para repousar a cabeça, preparou-nos um lugar no céu, pertinho de seu Pai. Nem sempre tinha o que comer, mas nunca deixou um faminto sem o pão da vida. Quando a sede lhe cercava, diferente de Moisés, Ele oferecia de si mesmo a água da vida. Quando todos repugnavam os miseráveis, imorais e doentes, Eles lhes transmitiam compaixão, decência e cura. Jesus é realmente o maior personagem da História da Humanidade.

Quem o via, se admirava de sua postura. Quem o ouvia, se maravilhava com a sua doutrina. E quem Ele tocou, nunca mais foi o mesmo. O paralítico junto ao tanque de Betesda nunca mais sofreu entre os doentes. O cego Bartimeu à beira do caminho nunca precisou usar a capa da vergonha. E o espaço é pouco demais para falar de Jairo, Maria Madalena, Lázaro, Mateus, o ex-endemonhinhado gadareno, a mulher samaritana, Zaqueu, Nicodemos... A lista é grande, mas ainda cabe o seu nome. Você não quer mudar de vida? Não quer ter a paz inundando cada poro de seu corpo? Então permita que Jesus entre em seu coração e estabeleça o seu reino dentro de você. Que a graça do Senhor Jesus habite abundantemente em você e tenha paz.

Nenhum comentário: